Tudo sobre la norma ISO 9001: 2015, 6 Planejamento

Estándar
/

iso-9001-2015-planejamento

Por Monise Carla, Marina A. Beffa, Nadia Segantini e Camila L. Tondelli

gerenciar-riscos-na-minha-empresa

6.1 – Por que eu devo gerenciar riscos na minha Empresa?

Com a revisão da la norma ISO 9001: 2015 Rumos Caminhando para os Finais, começamos um processo de nos acostumar com o assunto  “Gestão de Riscos” , e “desapegar das acoes Preventivas”.

Elas sim sairam hacen escopo da la norma ISO 9001: 2015 e se você não ainda this Sabendo, Podera ler esse artigo aqui: ISO 9001: 2015 – Un saída da en Acción Preventiva .

Empresas de Todos los Tipos e Tamanhos enfrentam Influencias e fatores internos e Externos Que tornam incerto sí é possível ou quando é possível atingir OS: objetivos.

O m resultado dessa incerteza é o risco. 

Un grande Questão é Que ESTAMOS expostos un incertezas e riscos o tempo de tareas, e muitas vezes apesar de não pensarmos Sobre isso, não SIGNIFICA Que não existem eses riscos, por lo que SIGNIFICA Que una gente não tem controle nenhum Sobre eles.

Você já Parou párrafo Pensar na Quantidade de riscos Que uma Empresa asumirá quando decidir implantar um Sistema de Gestão da Qualidade (SGC) ?

  • Risco das pessoas não “comprarem” una IDEA e sabotarem O projeto Que no resultará risco hacer não comprometimento,
  • Risco da Diretoria não ver os Resultados claros hacerlo Sistema de Gestão e-entende lo Como Centro de custodio,
  • Riscos de falhar sin estabelecimento de Procesos, ou até indicators, Fazendo A empresa Ser guiada para um rumo que não é o devido, ou

uma série de Coisas que poderiam afetar diretamente na da Organização rendimiento.

Será que se categorizássemos tudo isso los antes de implementar um projeto, en Acción, ou Melhoria, não mais seria Fácil Formar blindagem uma?

O risco é sempre sobre o ainda não Que Aconteceu, this baseado numa filosofia de antecipação e prevenção .

E isso não é párrafo disseminar o medo de errar, muito pelo Contrário, longe de mim ir contra um dos 14 Principios de Deming , mas Veja bem una linha de Raciocínio: un Gestão da qualidade trabalha de forma preventiva, certo?

Mas Trabaja con foco mais, mais na ativamente Resolução de Problemas, corrigindo O que já Aconteceu párrafo que não mais aconteça.

Você pode até mi dizer: “mas e como acoes Preventivas?”

Sim, elas são um sinal De que un Gestão da qualidade tem função de Prevenir, mas Veja bem, não é tão estruturado, o maior foco this nos Problemas, até Porque, quem mais ganha reconhecimento?

Quem determinación Problemas ou quem evitou OS Problemas?

Sin exemplo clássico de incêndio para explicar un Não Conformidade , quem mais comemora?

Que os bombeiros apagaram o fogo ou quem evitou o incêndio?

Quem mais consegir m resultado efetivo? Bom, radical muito ESTA.

Vamos a mudarse um pouco mais un Pergunta.

Se ninguém quer que o Problema aconteça Porque ele gera custodio Altos, Por Que como pessoas não querem investir esforço na Gestão de riscos , ou estado mejor, na prevenção?

Un Gestão de riscos Funciona Como uma Agencia de segurança.

Apesar de você só Ouvir falar dela quando algo ruim Acontece, você não ouve SOBRE AS MULTIPLAS Coisas que foram evitadas.

Ao mesmo tempo, é Difícil estipular prazos Sobre incertezas e entendre o valor que tem o fato de Algo não ter acontecido, mas muitos Recursos são desperdiçados por não entendre que é melhor trabalhar para Evitar o Problema hacer Que alocar milhões de recursos tentando Reparar Falhas.

Minha intenção Neste artigo não é colocar acoes Corretivas contraindicaciones Gestão de riscos, os dois tem que agir ativamente na Organização párrafo trazer um m resultado completo.

Nem Que uma Empresa Que Tenha um processo de Gestão de riscos Nunca Terá não conformidades, mas que uma Empresa que tem uma Gestão de riscos processos efetiva em, pessoas, enfim Tera Menos Probabilidades de ter não conformidades.

Eu acredito Que Entrando Gestão de riscos na ISO 9001: 2015 ajudará na INTEGRAÇÃO DOS CONCEITOS, apesar dos detalhes da nova revisão Ser um um pouco tema obscuro para todo mundo ainda.

Muitas vezes não conseguimos mensurar o valor e preço daquilo Que deixou de acontecer, e se quisermos estimular una Gestão de riscos Como cultura na ORGANIZACAO, teremos Que mudarse o nosso posicionamento para uma postura mais forte na prevenção .

Nós deveríamos comemorar mais vezes os Resultados hacer esforço investido em uma prevenção bem sucedida , seria um bom primeiro passo.

E você, O que pensa Sobre isso?

signo de interrogación en la nota

6.1 – E necessário ter um processo de Gestão de Riscos?

Você deve já sable Que gerenciar riscos não é mais uma opção, é não?

Não só pela ISO 9001: 2015, mas todas as estão se Adaptando ao padrão de ISO do Anexo SL , estrutura de alto nível.

Este padrão Eleva o conceito de Ação preventiva e corretiva em um processo de avaliação de Risco mais abrangente, considerando Que se fizermos bem una fase de planejamento, de Podemos Prever e nn antecipar un alguns acontecimentos .

Uma discussão Que esta surgindo por aí é Que una norma ISO 9001: 2015 não em nenhum cita Momento Que un Gestão de riscos deve Ser um processo documentado , e é verdade.

Una nova ISO fala muito Sobre Mentalidade de Risco e pensamento baseado em Risco , orientando em quase todos os requirements alguns momentos em Que seria Importante considerar como “incertezas”.

Isso SIGNIFICA que não Preciso criar um processo de Gestão de riscos?

É só Seguir OS Requisitos e tudo estara tranquilo?

Sim e não.

Sim se você souber Como implantar uma Cultura de pensamento baseado em riscos sem Ser por meio de um processo monitorado e auditado .

Nós ESTAMOS lutando há Tanto Tempo párrafo disseminar una cultura da qualidade com apoio de Procesos estruturados, Como incluiremos un Gestão de riscos sem um processo claro para demonstrar párrafo a nossa equipe?

Não Porque através de um processo, Além de deixar mais visível párrafo equipe, você Terá mais Facilidade para demonstrar Resultados, seja na verificação da execução ou na apresentação de Resultados Financeiros, até Porque, TODO processo deve ter Entradas e saídas bem definidas, é não mesmo?

“Ah, MAS eu sou uma pequena Empresa, não tenho necessidade de DOCUMENTAR um processo”

“Ah, el MAS eu sou uma Empresa Grande, não quero mais um processo Incluir párrafo burocratizar”

Para que duas considerações eu só quero uma resposta: estabeleça um processo simples!

Evolua-o com o tempo, e com a equipe.

Você Tera um trabalho inicial para conscientizar como pessoas da Importancia hacer processo , é claro!

Eu indico Até que Você faca un Gestão de riscos de um projeto ou processo e demonstre Como “modelo” equipe para sua, el MAS no geral, não é um Bicho de Sete Cabeças.

Como TODO processo novo, un Implantação exigirá um alto nível de disciplina e Cuidado na fase de Implantação, mas já vivenciamos isso muitas vezes nas Nossas rotinas.

“Estou sem tempo ágora, depois eu penso Nisso”

Devo ALERTA-Lo Que todos os certificados ISO 9001: 2008 emitidos Apos una Norma Revisada publicação da un Terao datos de validade de Setembro de 2018 .

Organizações certificadas de acordo com a la norma ISO 9001: 2008 que não evoluírem para una norma ISO 9001: 2015 se comió un estipulada datos, perderão sua Certificação, ou seja, você tem até 2018 párr Estar adequado a la norma ISO 9001: 2015 .

Por enquanto, como auditorias estão sendo conduzidas base de com na ISO 9001: 2008, mas já Que un this considerando un Gestão de Riscos uma Questão mais do culturales ISO Que um processo, não é você Algo que conseguirá “resolver” tempo em pouco.

Até Porque, ao deixar para a última hora, você já demonstrará Que sua Empresa não tem uma postura preventiva .

E você? Já Começou un trabalhar O processo de Gestão de riscos na sua Empresa? O que pensa Sobre isso?

Objetivos-da-qualidade

6.2.1 – ISO 9001: 2015: Os Objetivos da qualidade sin SGQ

A ISO 9001 dispõe em sua estrutura de boas práticas para assegurar un qualidade de Todos os processos.

Una Revisión da la norma ISO 9001: 2015 deixou alguns CONCEITOS mais Claros, Principalmente aqueles Que as vezes Eram incompreendidos correo por esse motivo m não eram Aplicados nas Organizações.

Ao Decidir pela Implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade , Além de Definir uma Política, precisamos estabelecer os Objetivos da qualidade , que tem o propósito m de evidenciar Qual é o m resultado que o SGQ Devera: entregar a Organização.

De acordo com o Requisito ” 6.2 Objetivos da Qualidade e planejamento párrafo alcançá-los “, um Precisa Objetivo:

Ser coerente com un policy da qualidade

Se uma Fabricante identificou uma necessidade hacer Cliente de entregas justo a tiempo e sem defeitos director de Como Requisito, na Política de Qualidade pode Estar escrito: “Faremos entregas párrafo Nossos Clientes quando eles precisarem e entregaremos defeitos sem”.

This pode Empresa, Então, dois ter Objetivos da qualidade: melhorar o tempo De Entrega e zerar o Número de Peças defeituosas enviadas para o Cliente.

Un direciona policy como práticas da Empresa para atingir os níveis de Qualidade desejados e os Objetivos Darío SENTIDO prático para a execução hacer Que foi Definido.

Ser mensurável e Controlado

Um objetivo m é tudo aquilo Que se pretende alcançar quando se Realiza en Acción uma. Como se você sabera alcançou, ou se tudo this acontecendo del conforme o planejado se não houver controle ou uma meta ?

Por isso, ao Definir OS: objetivos, você deve Pensar em Como Fara una medição.

De acordo com o nosso exemplo, temos claramente dois Indicadores : um tempo de De Entrega e um de Quantidade de defeitos.

Ser Comunicado e Actualizados

Comunicar os Objetivos é o início do trabalho de engajamento de pessoas com un Qualidade .

Se como pessoas não entenderem OS: objetivos , dificilmente trabalharão párrafo alcançar os Resultados pretendidos.

Da mesma forma, Devem Ser atualizados de acordo com como Mudanças ningún contexto e como estratégias da Organização , para que não tenham direcionamentos Contrarios.

Ser Pertiente para a conformidade dos produtos e Serviços e Aumentar un satisfação dos Clientes

Os Objetivos precisam reforçar un principal função da Gestão da qualidade: Aumentar un satisfação hacen Cliente, mas, para isso acontecer, os produtos e Serviços Devem Ser entregues Conforme O que foi Determinado pelo Cliente.

Algumas Perguntas podem te auxiliar un  Definir como los metas e os Objetivos  hacer Sistema de Gestão da Qualidade :

  • “O que é Importante para o SGQ da Organização?”
  • “O que vai mudado Ser?”
  • “Haz que eu Irei precisar Para Que os Objetivos Sejam seguidos?”
  • “Quais serão os responsáveis por levar Para Toda una Organização como los metas definidas hacen SGQ?”
  • “Quando como Metas Serao concluídas?”
  • “Como iremos Avaliar OS Resultados pretendidos com o SGQ?”

Essas Perguntas Devem Ser respondidas considerando

  • Que os processos foram declarados sin escopo hacer SGQ correo
  • fatos e dados Que orientarão un intensidade de trabalho
  • em CADA objetivo m párr Que alcançados Sejam.

misión

6.2.2 – Como atingir os Objetivos hacer seu SGQ?

Há sándalo tempo Falamos aqui Sobre O que considerar para OS Objetivos Definir da qualidade de acordo com a la norma ISO 9001: 2015.

Depois de Objetivos definidos OS, o E ideal planejar Como iremos Atingi-los.

Nesta fase surgem muitas dúvidas, Principalmente Porque os Objetivos são amplos e envolvem selecionados de los departamentos na Organização.

Mas Como fazer isso de Maneira Sistemática e Que Todos entendam?

Una norma ISO 9001: 2015 já dá algumas dicas Que Irei Comentar Seguir una.

Antes de tudo, é Importante entendre Que una fase planejamento hacer é párrafo definirmos “como”  iremos tirar esse projeto hacer papel.

Sin Requisito 6.2.2 VEMOS que é necessário Definir:

a) O Que Será Feito?

Parece óbvio, mas gente se Muita atrapalha muito párrafo deixar claro o Que Será Feito.

Um Plano de Ação deve Começar com um verbo no infinitivo, por exemplo: implantar, fazer, treinar, construir, PROMOVER, una organizadora, Entre outros.

Colocando um verbo no infinitivo, você deixará Clara a Ação Que Será Tomada: “elaborar um treinamento Sobre ISO 9001: 2015 Líderes para Todos os” .

Essa Ação estara Ligada com o objetivo m de “Implantar una cultura da qualidade” .

b) Quais são os Recursos necessários para o Alcance desses Objetivos?

Nesta fase, una gente Pergunta O que é necessário para fazer essa Ação acontecer.

  • É necessário comprar algo?
  • Quantas pessoas são necessárias párrafo Realizar essa en Acción?
  • De QUANTOS departamentos?

Aqui os iremos mapear Recursos necessários. Nem sempre os Recursos serão exatos, mas devemos partir de um planejamento minimum.

c) Será Quem o responsável?

Você deve ter já ouvido Que uma coisa Que ninguém se responsabiliza, não Acontece.

Pois é, quando você não dá um nome para a Ação, não atribui un responsabilidade, Além de não ter engajamento, você não conseguirá Que aquilo aconteça, afinal, se una en Acción não para executada, de quem você Irá cobrar?

d) Quando a Organização Irá Concluir o objetivo m?

Acoes datos uma Devem ter de Inicio de correo término.

Nem sempre o prazo Será Curto, porém é Importante Que se determinará uma datos de fim, só assim Será possível executar o PDCA, afinal, por lo que dá pra melhorar aquilo Que já foi Feito.

e) Como os Resultados planejados serão avaliados?

Eu Vejo Que, apesar de esse punto Estar Como última fase, é uma consideração Que você deve fazer desde o início do Plano de Ação .

Você deve sable Que m resultado você vai querer A partir da Ação ou projeto.

Se seguirmos nosso exemplo de “elaborar um treinamento Sobre la norma ISO 9001: 2015” , o m resultado pero podría haber una porcentagem de aderência de Processo, das pessoas engajamento, número de conformidades não resolvidas sin prazo estipulado, etc …

Enfim, tudo dependera de qual você tem o objetivo m e onde vai você Medir esse m resultado.

Que não necessite Ser sándalo, Número de fato, mas são necessárias Evidencias Que você não conseguiu ou atingir aquele objetivo m.

Os Objetivos vão Validar una Importancia hacer SGQ dentro da Organização, Então  é indispensável Que todos os Líderes conheçam OS: objetivos  e Que trabalhem Para Que Sejam alcançados.

Para Que isso aconteça, é muito necessário trabalhar una cultura da qualidade e Principalmente un Comunicação hacer Que esta acontecendo párrafo alcançar os Objetivos.

Como pessoas não se engajarão em algo que não entendem o valor.

iso-90012015-Requisito-6-3-PLANEJAMENTO-de-mudanas-parte-1

6.3 – Planejamento de Mudanças

Com a versão da la norma ISO 9001: 2015 alguns requirements sofreram alterações e um destes ítems é o 6.3 Planejamento de Mudanças .

Para entendermos melhor O que vamos Mudou Ver o los antes e depois hacer Requisito.

Na versão era de 2008 o elemento nomeado 5.4.2 Planejamento hacer Sistema de Gestão da qualidade:

A que deve Alta direção assegurar:

  1. a) O hacer planejamento Sistema de Gestão da qualidade seja Realizado de forma un satisfazer OS: requisitos citados em 4.1, bem Como os Objetivos da qualidade, e
  2. b) Un Integridade do Sistema de Gestão da qualidade seja mantida quando Mudanças sin Sistema de Gestão da qualidade são planejadas e implementadas.

Na ISO 9001: 2015, Este Requisito agora é o 6.3 Planejamento de Mudanças:

Quando a Organização Determina un necessidade de Mudanças sin Sistema de Gestão da qualidade, como Mudanças Devem Ser Realizadas de uma Maneira planejada e Sistemática.

Un considerar Organização deve:

  1. a) o propósito m das Mudanças e suas potenciais consequências;
  2. b) un Integridade do Sistema de Gestão da qualidade;
  3. c) un disponibilidade de recursos;
  4. d) una alocação ou relocação de responsabilidades e Autoridades.

E O que Mudou Então?

Na versão 2008, un ISO dizia Que un Integridade hacer Sistema de Gestão não podia Ser comprometida quando alterações fossem planejadas e implementadas na Organização.

Já na nova versão, un Integridade do Sistema ainda deve mantida ser, porém  o foco Maior deve Estar em garantir un Eficacia da Mudança .

Por isso, você Devera considerar o propósito m das alterações e suas potenciais consequências, disponibilizar os Recursos E atribuir responsabilidades como necessárias, Para Que un implementação da Mudança seja Realizada de forma Organizada e Sistemática na Empresa.

Além disso, los sueros Preciso analisar ainda se novos riscos ou Oportunidades foram gerados A partir dessas novas Mudanças.

Quando uma mudança considerada deve ser?

Una norma ISO 9001: 2015 trouxe uma estrutura Que fornece uma base de Sólida para a sustentar un Gestão Estratégica da Empresa, portanto, quando un Organização definir seu contexto correo  como contradictorios interessadas ,

  • IDENTIFICACIÓN e determi os processos de correo
  • riscos os Analisa e Oportunidades Que serão Tratados e monitorados
  • párrafo alcançar un visão un médio e longo prazo,
  • podem SURGIR algumas Mudanças necessárias párrafo Ajustar como Coisas e atingir o m resultado ESPERADO.

Estas alterações podem Estar relacionadas com qualquer Elemento hacer Processo: Entradas, Recursos, atividades, saídas, Controles, Medidas …

Enfim, elas Devem Ser implementadas buscando o Aumento de rendimiento da  hacer processo para melhorar o resultado m, e por isso Devem Ser executadas del conforme foram determinadas .

Essas Mudanças Ficam não restritas Apenas AOS Procesos de Negocio da Organização:

podem Haver Mudanças também sin próprio Sistema de Gestão da qualidade ,

e Essas podem vir A partir hacerlo

  • Reaccion Cliente ,
  • De retroalimentación Colaboradores,
  • Falha do produto,
  • determinação de um risco ou oportunidade,
  • Resultados interna de las salas de espectáculos,
  • não conformidade identificada,
  • avaliação de Resultados.

Sendo assim, un Organização Precisa Pensar em todos os Tipos de alterações necessárias párrafo alcançar os Resultados planejados .

Quando Você Mudanças analisa Todas Essas, você Verá Que algumas delas precisarão Ser Cuidadosamente Controladas e outras poderão ter um nível baixo ou nenhum controle, Principalmente Porque Essas Mudanças “menores” serão monitoradas através das rotinas da Empresa.

Para distinguir O que Precisa de maior planejamento e controle, você pode classificar e priorizar como Mudanças através de Métodos , de Como o GUT , e de Criterios, Como: se una Mudança envolver mais de 2 departamentos, ela Devera Ser Controlada.

Você pode também determinar S. un Prioridade das Mudanças levando em conta:

  • Consequências da Mudança;
  • Probabilidade consequência desta;
  • Impacto Sobre Clientes os ;
  • Impacto Sobre como contradictorios interessadas;
  • Impacto nos Objetivos de qualidade ;
  • Eficacia dos processos Que são parte hacer SGQ;

Se seus processos estiverem estruturados ningún ciclo PDCA , fica mais Fácil identificar os pontos Que podem Mudanças Gerar , pois Todos eles estarão Relacionados com un stage CHECK, seja ou, un stage Que você faz uma análise Crítica de algo.

Depois de considerar un Mudança, é preciso trabalhar Para Que una nova Atividade aconteça de forma planejada e Sistemática. Isso ajudará una Acabar com Mudanças Que “finalizam” pela Metade ou que não tem controle, deixando un Organização sem sable Que m resultado deu.

Por isso é Importante Definir cronogramas, responsáveis e os Recursos necessários para fazer com essa Que seja Mudança concretizada na rotina da Empresa .

Quando a Empresa muda de forma Organizada e Sistemática, ela FOMENTA um processo de evolução, pois aprende a sí desenvolver sempre que não tiver OS Resultados esperados , e implementando segue Mudanças até atingir seus Objetivos.

E você, O que acha? Comenta aí!


Se gostou leia os outros artigos da cinco Serie:

Tudo sobre la norma ISO 9001: 2015, Introdução

Tudo sobre la norma ISO 9001: 2015, 4 Contexto da Organização

Tudo sobre la norma ISO 9001: 2015, 5 Liderança

Tudo sobre la norma ISO 9001: 2015, 7 Apoio


Acesse un Pelos Publicação enlaces originales desse artigo:

http://www.blogdaqualidade.com.br/por-que-eu-devo-gerenciar-riscos-na-minha-empresa/

http://www.blogdaqualidade.com.br/iso-9001-2015-e-necessario-ter-um-processo-de-gestao-de-riscos/

http://www.blogdaqualidade.com.br/iso-9001-2015-os-objetivos-da-qualidade-no-sgq/

http://www.blogdaqualidade.com.br/iso-9001-2015-como-atingir-os-objetivos-do-seu-sgq/

http://www.blogdaqualidade.com.br/requisito-6-3-da-iso-9001-2015-planejamento-de-mudancas-parte-1/

Leia mais artigos Sobre Qualidade no da Qualidade Blog:

http://www.blogdaqualidade.com.br/

Visita o site da FORLOGIC:   http://www.forlogic.net/


Sobre os Autores:

Monise Carlasobre-monise-carla

Nádia Segantinisobre-nadia-Ianelli

Marina Antunes Beffasobre-marina-Beffa

Camila Lima Tondelli

 

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s